Santa Catarina na X Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo

0
179

 

Quatro escritórios catarinenses associados à AsBEA/SC participaram da seleção para a X Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo, iniciativa do Governo da Espanha em colaboração com diversas instituições ibero-americanas. O evento ocorrerá de 4 a 8 de julho, em São Paulo.
 

Foram selecionadas 194 obras, sendo 15 brasileiros. O projeto do Pavilhão Comunitário do Sertão do Córrego Grande, desenvolvido em Florianópolis, foi o único catarinense escolhido. Os escritórios Jobim Carlevaro Arquitetos, MarchettiBonetti+ Arquitetos Associados e Pimont Arquitetura também se inscreveram para a mostra.
 

A proposta arquitetônica do pavilhão é dos arquitetos Cesar Floriano – que também é professor da UFSC – e Evandro Andrade. O paisagismo foi realizado juntamente com a arquiteta Juliana Castro e os projetos complementares são dos engenheiros Fabiano L. Zermiani e Dax M. Schweitzer.
 

“Somos o único escritório da AsBEA/SC envolvido na concepção do Centro Comunitário da Associação dos Moradores do Sertão do Córrego Grande (AMOSC). Mas este também é um projeto conectado a outras ideias de impacto comunitário no bairro como o Parque do Córrego Grande e outras três praças que fizemos”, conta Juliana Castro, responsável pelo paisagismo.
 

De acordo com Tatiana Filomeno, presidente da AsBEA/SC, o papel social representado pelo projeto pode ter sido um dos critérios importantes para a seleção. “A escolha demonstra bem que a arquitetura qualificada pode transformar não somente o espaço físico, mas também a vida das pessoas”, aponta Tatiana.
 

O Comitê de Seleção ainda definiu até dois candidatos por país para participar da fase internacional do Prêmio Ibero-americano de Arquitetura e Urbanismo. Dos brasileiros foram escolhidos Severiano Mário, da Universidade Federal do Amazonas, e Eduardo Luiz Paulo Riesencampf de Almeida, da Universidade de São Paulo (USP).
 

DEIXE UMA RESPOSTA