Grupo Berlanda expõe trabalho na 2ª Mostra do Sistema Prisional

0
17

As mais eficientes ações desenvolvidas dentro de instituições penitenciárias foram apresentadas durante a 2ª Mostra do Sistema Prisional Brasileiro. Realizado nesta semana, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, no Norte da Ilha de Santa Catarina, o evento contou com apresentações das mais significativas articulações entre empresas e o poder público. A Catarina Estofados, empresa do Grupo Berlanda, funciona desde 2010 na Penitenciária Regional de Curitibanos, em São Cristóvão do Sul, no Planalto Catarinense, e se propõe a contribuir na reintegração do detento à sociedade por meio de atividades laborais.

Os sofás, poltronas, pufes e similares da Catarina Estofados estão espalhados pelo país, com boa aceitação de mercado. O bom exemplo da iniciativa trouxe outras empresas da região, que também funcionam no complexo. A Catarina é uma experiência de trabalho carcerário que se tornou modelo estadual e nacional, e que conferiu o prêmio Empresa Cidadã, da ADVB/SC, e o Selo Resgata, concedido pelo Ministério da Justiça.

“A cada três dias trabalhados ele diminui um de sua pena. Mas também precisará ter um prontuário sem faltas graves e, em alguns casos é obrigatório estudar. A soma disso resulta em muita ocupação e uma conduta correta em seu período de reclusão”, explica Emerson Rodrigues, que responde pela gerência laboral das duas unidades do complexo.

“Nossa decisão em implantar a Catarina Estofados foi fruto de uma política de empreendedorismo social, pois a unidade prisional é nossa vizinha e sentíamos a necessidade de oferecer algo tanto à população carcerária quanto às famílias dos presos. Os problemas são muitos, mas nenhuma solução é tão unânime quanto o trabalho”, resume Nilso Berlanda, presidente do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA