Encontro estadual discute incremento do turismo rodoviário em Jaraguá do Sul

0
23

Promover o crescimento do turismo rodoviário foi tema do 9° Encontro Estadual de Empresas de Transprte Turístico e Fretamento, entre 05 e 07 de julho, em Jaraguá do Sul, no hotel Estância Ribeirão Grande. A ideia é que Santa Catarina lidere o movimento e seja precursora de um projeto piloto no país para debater o marco regulatório deste mercado, estruturando a cadeia de forma mais flexível. A ideia nasceu há cerca de um mês, em evento realizado em Foz do Iguaçu, que gerou uma carta entregue ao ministro do Turismo.

A proposta é adotar modelo semelhante ao que ocorre na Europa, onde o circuito é aberto e há possibilidade de multiembarque, o que permite a flexibilização das viagens de grupos de passageiros, de modo a dinamizar e ampliar o fluxo de turistas entre os destinos. Outra demanda do setor é a liberação do processo de venda de viagens turísticas por meio de plataformas tecnológicas, de forma a acompanhar a inovação nos negócios. “No Brasil nosso modal é essencialmente rodoviário. Portanto é urgente a modernização do setor em nível nacional”, afirma José Marciel Neis, presidente da Associação das Empresas de Transporte Turístico e Fretamento de SC (Aettusc).

Presente no evento, Flávia Didomenico, presidente da Santur, afirmou que “é necessário ouvir o setor para definir as políticas públicas do segmenrto. Nosso papel é ajudar a fomentar o mercado”. O encontro contou com a presença do secretário nacional de desenvolvimento e competitividade do turismo do Ministério do Turismo (MTur), Aluizer Malab. Na visão dele, o benchmarking é essencial para dar a agilidade que o assunto precisa: “Precisamos definir como podemos adaptar este modelo europeu em nosso país”. Ele colocou a equipe do Mtur à disposição para auxiliar no processo e alavancar a proposta.

Estruturar a cadeia de forma mais flexível também interfere na operação dos equipamentos turísticos. Para o diretor comercial do Beto Carrero World, Roberto Vertemati, a flexibilização das leis é essencial: “Precisamos fazer o turista circular entre as regiões e criar rotas para retomar esse mercado, incluindo a multiplicidade de pontos de entrada de forma segura e estruturada”.

Debate em destaque – Convidado ao evento, Luciano Hang – proprietário da rede de lojas Havan – esteve ao lado de Antídio Lunelli, prefeito de Jaraguá do Sul, e de Rogério Siqueira, CEO do Beto Carrero World, além de José Marciel Neis, presidente da Aettusc. Na ocasião, Hang motivou os empresários a acreditarem e investirem, acreditando no futuro da economia brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA