Encontro de dirigentes lojistas qualifica gestores do varejo de SC

0
19

Preparar o varejo catarinense para a inovação, com investimento em tecnologia, ações de compliance e qualificação na gestão das entidades associativas foi o grande tema abordado no evento realizado nesta segunda-feira (25), em Florianópolis, pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC (FCDL/SC). Com participação de gestores e presidentes de CDLs de todas as regiões do estado, foram abordadas boas práticas no relacionamento entre a administração pública e o movimento lojista catarinense. Denominado Políticas Públicas 4.0, o evento é resultado de convênio da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e em Santa Catarina faz parte do programa Reinovar.

A capital catarinense foi a cidade escolhida para apresentação da iniciativa que pretende unir entidades e associados das entidades que compõem o Sistema CNDL e representantes do poder público em discussões em torno de questões para o desenvolvimento do setor varejista. Realizado em formato de workshop, o evento é uma forma de qualificação de lideranças para ações de Relações Institucionais e Governamentais (RIG) com foco no estímulo às articulações locais.

O evento contou com as apresentações de Eduardo Fayet – especialista em RIG e responsável pela qualificação das lideranças no Política Públicas 4.0 – e Murilo Mori, advogado com experiência em relações institucionais. A abertura foi realizada por Marco Corradi, superintendente da CNDL.

O empresário Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC, lembrou que as ações de relacionamento institucional e governamental são necessárias para aprimorar a defesa do varejo na esfera pública. “Temos em Santa Catarina um trabalho de uma década nesta área e ampliar a qualificação dos dirigentes de CDLs faz parte da estratégia de aproximá-los dos gestores públicos e levar esse nível de relacionamento tendo melhor contato com o parlamentar desde a cidade em que ele baseia sua atuação política”, detalhou o líder lojista que, além de presidir a entidade catarinense, ocupa a vice-presidência da CNDL.

Além de Tauffer, quem coordenou o evento foi Walmor Jung Júnior, vice-presidente de Aperfeiçoamento Empresarial da entidade catarinense. Jung aponta que ações como essa são fundamentais para capacitar os gestores e executivos para, de forma contínua, qualificar a defesa dos interesses do varejo catarinense.

Caso de sucesso – Um dos exemplos mais recentes de relacionamento do varejo com a atuação parlamentar foi a recente aprovação do Cadastro Positivo, projeto de lei que tramitou nas duas casas do Legislativo federal e foi aprovado recentemente (a medida aguarda sanção presidencial para entrar em vigor). No caso de Santa Catarina, Tauffer lembrou que a atuação da FCDL/SC foi determinante para a legislação atual sobre a proibição às feiras itinerantes ilegais – popularmente conhecidas como Feirinhas do Brás. Concorrentes desleais do varejo estabelecido, essas feiras por vezes sonegam impostos, desrespeitam o código de defesa do consumidor e prejudicam os empregos do comércio legal.

DEIXE UMA RESPOSTA