PalavraCom presente em mais uma formatura do Projeto Pescar

0
41

 

Foram 30 sessões – mais de 60 horas – de convivência com os jovens da turma do Estaleiro Schaefer Yachts do Projeto Pescar que se gradua nesta quinta-feira (10/11) em Iniciação Profissional em Produção Náutica. “São 15 anos, quase ininterruptos, de trabalho com este público – e nunca me contagiei tanto quanto com este grupo”, admite o jornalista Carlos Stegemann, diretor da PalavraCom.

“O Pescar está tatuado na história da nossa empresa”, confirma Stegemann. A primeira experiência foi no início desta década, quando a PalavraCom atendia a construtora Sulcatarinense, que teve uma das primeiras unidades do estado. “É quase impossível não se envolver, seja porque o projeto tem uma relação de custo e benefício de alto retorno social ou pelo perfil dos jovens”, revela o jornalista. O Pescar prioriza os jovens da população de baixa renda e socialmente vulnerável, oferecendo educação profissionalizante no contraturno escolar – além de formação em aspectos envolvendo cidadania e conhecimentos gerais, ministrados por voluntários.

“Cada um ensina o que sabe” – é uma das práticas do projeto e Carlos Stegemann leva a dinâmica Fomento à Leitura. “A ideia é mostrar o quanto a literatura ensina e diverte”, resume. “Esta turma assimilou a proposta, pois jovens que nunca haviam lido um só livro se tornaram fãs de Julio Verne, Gustav Flaubert, Connan Doyle, Kafka e outros”, relatou. Nas dinâmicas deste ano também participaram as jornalistas Juliana Germann (PalavraCom, sobre o uso apropriado das redes sociais) e Alessandra Ogeda (Notícias do Dia e RIC Record, sobre as conexões entre literatura e cinema), além do artista plástico e publicitário Luciano Martins (sobre a arte como linguagem).

Saiba mais: www.projetopescar.org.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA