Festival Internacional de Cinema Socioambiental aporta em SC

0
27
 
Pelo terceiro ano consecutivo Santa Catarina sediará o maior festival de cinema socioambiental do sul do país. O Planeta.Doc terá início na próxima segunda-feira (24) e até o dia 13 de novembro oferecerá uma extensa programação aos catarinenses. O evento abrirá com a Mostra Lixo Zero, em parceria com o movimento nacional Semana Lixo Zero, com a exibição de 12 filmes dedicados à questão do lixo e da reciclagem. As sessões abertas e gratuitas acontecerão de 24 a 30 de outubro no Centro Integrado de Cultura (CIC). Já no SESC Prainha, UFSC e UDESC em Ibirama, Laguna, Joinville, Balneário Camboriú e Florianópolis as exibições serão fechadas aos alunos. A programação completa da Mostra Lixo Zero está disponível no link https://goo.gl/EG2XR6.
 
Outro destaque será o Planeta.Doc Conferências, nos dias 3 e 4 de novembro, com a participação de cientistas e especialistas na área socioambiental. Os encontros acontecerão no Auditório Garapuvu da Universidade Federal de Santa Catarina. Já as mostras competitivas do festival – prêmios Planeta.Doc Nacional e Internacional – terão a exibição de 80 filmes premiados em eventos como Sundance, Cannes e Festival de Cinema de Berlim sobre temas relacionados ao nosso planeta. Fazem parte, além da Mostra Lixo Zero, as Mostras Cidades Humanas, Ecozine e Cinemateca da Embaixada da França (não competitiva). As sessões serão realizadas em diferentes universidades, espaços culturais públicos, cineclubes, escolas de ensino médio e fundamental de Santa Catarina. 
 
Missão Educacional
 
De acordo com Mônica Linhares, diretora do Festival Internacional de Cinema Socioambiental, o Planeta.Doc tem como missão ser um projeto educacional de compreensão dos principais dilemas da sociedade. “Todas as soluções passam por uma adaptação cultural, pela quebra do paradigma do descarte para uma cultura do encaminhar e do cuidar. E é muito gratificante promover um festival de informação e educação que revela e debate a dimensão do impacto ambiental das sociedades humanas”, afirma Mônica.
 
Por meio da parceria com o Programa Mapa das Artes e Culturas de Florianópolis, haverá sessões fechadas para alunos de escolas e universidades. “O Planeta.Doc busca promover nos alunos uma profunda reflexão sobre a construção de sociedades mais sustentáveis e inclusivas. Afinal, uma formação crítica na área de sustentabilidade é condição fundamental para a construção no futuro de sociedades respeitosas ao meio ambiente”, garante a diretora. 
 
O Planeta.Doc 2016 tem o patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de Florianópolis e Fundação Franklin Cascaes, e apoio cultural da Neoway Business Solutions, Resort Costão do Santinho e Digilab. Apoio institucional da Udesc, UFSC, Unisul, Fundação Certi, Sapiens Parque, Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Educação de Florianópolis, Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina, Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, Embaixada da França no Brasil, Instituto Francês, Embaixada da Espanha, Fundação Cultural Badesc, SESC em Santa Catarina e Instituto Estadual de Educação. São parceiros do Festival o Instituto Lixo Zero Brasil, Semana Lixo Zero, Ecozine Festival Internacional de Cine y Medio Ambiente de Zaragoza, Cineclube Presença, CineClube Iphan, Aequo Sustentabilidade, TV UFSC e Projeto Guarani Serra Geral.

DEIXE UMA RESPOSTA