Movimento de fim de ano foi bom para bares e restaurantes de SC

0
33

Reclamações se concentram em infraestrutura, principalmente na Capital

As constantes reclamações quanto ao trânsito e à infraestrutura turística não frearam o movimento nos bares e restaurantes do litoral catarinense. De acordo com pesquisa em 100 estabelecimentos, realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no período entre 22 de dezembro e 5 de janeiro, o fluxo de clientes foi, na grande maioria, bom ou excelente para 91% dos entrevistados no computo geral e para 86% para os proprietários das casas de Florianópolis. O destaque foi para o sul do estado, que registrou o maior grau de satisfação. Em relação ao mesmo período do ano passado, o resultado foi melhor para 70% dos consultados em todo o litoral, caindo um pouco (63%) na Capital.

Para Fábio Queiroz, presidente da Abrasel em Santa Catarina, este resultado se deve principalmente ao volume de visitantes, muito maior que no ano passado. “Apesar de todos os problemas de infraestrutura, como falta de água, luz, além do trânsito caótico, o número de turistas garantiu estes dados”, afirma. Ele ressalta que o poder aquisitivo dos clientes não foi fator preponderante, já que para cerca de 65% dos pesquisados este índice se manteve estável.

Tanto para Florianópolis quanto para o restante da costa, o número de turistas estrangeiros continuou nos mesmos moldes do ano passado – 60% dos entrevistados tiveram esta percepção. Perguntados sobre o turismo interno, os paulistas continuam ocupando a liderança. Enquanto em todo o litoral este dado foi detectado por 40% dos proprietários, em Florianópolis foi registrado percentual de 55% – na temporada passada este dado era de 35%.

Problemas – Mesmo com estes bons resultados, reclamações não faltam, sinalizando que as conquistas poderiam ser bem maiores. A questão da mão de obra escassa foi um dos apontamentos, com cerca de 62% dos consultados em todo o litoral dizendo que foi mais difícil a contratação. Quanto à qualidade deste quesito, 60% se mostraram satisfeitos, porém, 40% indicaram que sua equipe está incompleta, ineficiente ou insatisfatória.

O que mais incomodou a todos foram os entraves gerados pela falta de infraestrutura urbana e turística. Em todo o litoral, 50% tiveram reclamações quanto à falta de água, luz ou o trânsito, principalmente no litoral norte e em Florianópolis, onde este percentual chegou a 54%. Perguntados sobre as principais melhorias, 47% dos pesquisados em toda a costa indicaram a alternativa “nenhuma”, enquanto na Capital este índice ficou em71%.

A pesquisa da Abrasel que avaliará o fluxo entre o mês de janeiro e o Carnaval será divulgada na primeira quinzena de março.

 

DEIXE UMA RESPOSTA